Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Oliveirando em Azemeis

Oliveirando em Azemeis

Assim, não miúdo.....

21.09.22 | oliveirandoemazemeis

No dia dezanove de Setembro de dois mil e vinte e dois, pelas vinte e três horas e vinte e quatro minutos, o oliveirense CARLOS FLORES partilhou na sua pagina pessoal (na plataforma do facebook), a noticia do jornal online Azeméis.Net intitulada «De herói a vilão. João Paredes dita derrota da UD Oliveirense no derby regional»

https://azemeisnet.sapo.pt/de-heroi-a-vilao-joao-paredes-dita-derrota-da-ud-oliveirense-no-derby-regional/?fbclid=IwAR39yBjyeC4DSPEmXs0tvdDNKGn-8xef6jCdQ8eXnmfhLqw1M9IsPzHdjik

AzN.JoaoParedes.png

Post esse que foi acompanhado do texto «Assim, não miúdo.....

Nunca cuspas para o chão de quem tão bem te recebeu e acarinhou.
Aprende miúdo, porque és novinho e assim nunca mostrarás o teu real valor.
Estamos tristes contigo!
 
.....não pelo golo, que marcas-te, cumpriste a tua obrigação!
....mas os festejos.......os festejos.....os festejos.
Nunca digas não.
 
......Longos anos tem cem anos.......
O meu lamento, como Oliveirense atento.....
 
 
E que gerou as reacções seguintes:
 
- Pelas vinte e três horas e trinta e seis minutos, do dia dezanove de Setembro de dois mil e vinte e dois, JOSE LUIS SILVA disse: «Não gostei da forma eufórica como festejou o golo. Como profissional demonstrou ingratidão pelo club que representou anteriormente e isso faz dele um mau carácter.»
 
- Pelas vinte e três horas e quarenta e cinco minutos, do dia dezanove de Setembro de dois mil e vinte e dois, PAULO FERREIRA disse: «Só um cego não vê o que não quer ver.... Deu a contribuição ao seu actual clube. Sabem o motivo pelo qual saiu ou a forma como foi tratado? Não julguem por aparências.»
 
- Pelas zero horas e sete minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, ANTÓNIO DOMINGUES disse: «Esse respeito e humildade que cabe em qualquer lugar tem a ver com civismo e educação (os tais valores com que tanta gente enche a boca) que cada vez são apenas “pormenores” nos tempos que correm. E nem me refiro ao clube ou a sua Direcção pois não faço ideia se houve ou não alguma questão mal resolvida na saída do menino. Refiro-me aos adeptos da UDO que como o próprio referiu em directo na televisão, o consideravam um herói e como tal o tratavam. Enfim»
 
- Pelas sete horas e dezasseis minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, NUNO OLIVEIRA disse: «Estou de acordo consigo foi muito deselegante e uma grande falta de respeito»
 
- Pelas sete horas e vinte e nove minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, PAULO FERREIRA disse: «Nos dias de hoje o futebol é uma profissão... não a nossa casa... Se em tempos foi heroi da UDO, agora é no Feirense e sendo o clube que lhe paga, é esse que tem de respeitar. Se existiu demasiado exagero na comemoração do golo.... enfim....
É a vossa visão que assim o vê. Existe claramente é um exagero disparatado na vossa reacção inflamada e que infelizmente tem nas últimas semanas provocado a podridão no futebol português. Futebol português esse que é vitima de chacota por toda a europa.»
 
- Pelas sete horas e trinta e dois minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, MANUEL DIAS SILVA disse: «Pois, o golo que marcaste...»
 
- Pelas oito horas e vinte e um minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, ORLANDO GONCALVES disse: «Paulo Ferreira de acordo pois os festejos eufóricos teem a ver com muita coisa a nível emocional.»
 
- Pelas onze horas e dezanove minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, JOAO ARAUJO SILVA disse: «Quase todo o atleta é assim, o resto é o euro a falar mais alto»
 
- Pelas doze horas e trinta e nove minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, CARLOS FLORES disse: «Paulo Ferreira, A educação e o respeito por quem lhe pagou fica bem a todos.....não vivemos no Iémen......»
 
- Pelas doze horas e quarenta e três minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, PAULO FERREIRA disse: «Carlos Flores e qual é o mal de festejar um golo? Essa forma de pensar é que já não deveria existir. Seria mau se festejasse e fizesse algum gesto para os adeptos da UDO. O que não foi o caso. Isso chama-se mau perder.»
 
 - Pelas doze horas e cinquenta e seis minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, PAULO FERREIRA disse: «Se alguém teve culpa da derrota da UDO, foi o defesa que fez asneira e estar a jogar com menos 1. É natural que uma equipa que estava a perder por 2/0 e que consiga dar a volta entre em euforia. Isto é futebol... Ainda agora vi o golo e não vi nada de especial nos festejos, senão euforia em ter marcado um grande golo. Saibam perder que também fica bem, sem por as culpas num ex jogador.»
 
 - Pelas treze horas e cinquenta e cinco minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, CARLOS DUARTE disse: «No futebol temos de ter atenção a vários pormenores e detalhes no entanto muitas vezes somos levados pela emoção! Já vi muitos profissionais de futebol mais comedidos nos festejos devido a vários factores!!!! Fica a reflexão!!! ⚽⚽⚽⚽⚽⚽»
 
 - Pelas catorze horas e vinte e dois minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, ANTONIO ALVES CARDOSO disse: «Utopia… foi no meu tempo!»
 
- Pelas quinze horas e vinte e oito minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, CARLOS FLORES disse: «Antonio Alves Cardoso Não repondo a feirenses ressabiados......e ex-maus jogadores de futebol lllll foi uma ofensa grave, que fez a minha pessoa.....Não perdoou.. Adeus Macãs.........»
 
- Pelas quinze horas e cinquenta e um minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, ANTONIO ALVES CARDOSO disse: «Carlos Flores as maçãs estão a apodrecer na Árvore!!! Nunca vi disto»
 
 
- Pelas dezoito horas e vinte e seis minutos, do dia vinte de Setembro de dois mil e vinte e dois, CARLOS FLORES disse: «Antonio Alves Cardoso vai te preparando que uma noite destas..... Aparecemos. Um abração»
 
 
 
Fernando Pêgas / Actualizado em 21-09-2022 às 14:58